quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Trabalho Escravo e Grandes Marcas

No twitter, #trabalhoescravo e #zara estão no topo dos trending topics (assuntos mais falados). Isso porque o programa A Liga, da Band, mostrou ontem uma denúncia de confecções subcontratadas da marca Zara que funcionam com exploração de trabalho escravo. Todo mundo criticou, achou um absurdo, mas, e aí? Tá achando que é exclusividade da Zara? E tá achando que é novidade? Então olha só isso:

Lojas Zara: escândalo mais recente. Leia aqui. Afirma se tratar de caso isolado e regularizou a situação.

Lojas Marisa: Casos revelados em 2005 (aqui) e no ano passado. Na época, a empresa se esquivou da responsabilidade. Seus advogados afirmam estar buscando novos padrões de conduta pra evitar que isso ocorra. Veja aqui e aqui.

Lojas C&A: Casos revelados em 2005 (aqui) e no ano passado. A empresa confirmou sua responsabilidade, cancelou o contrato com a empresa fornecedora em questão e assinou o Pacto Nacional Pela Erradicação do Trabalho Escravo. Leia aqui e aqui.

Lojas Renner: Em seu site afirma ter termo de responsabilidade para si e seus fornecedores. Veja aqui.

Lojas Riachuelo: Casos revelados em 2005. Leia aqui.

O programa A Liga na íntegra (a denúncia da Zara está na parte 2 e a resposta da empresa na parte 5):
Parte 1 de 5:


Parte 2 de 5 (a parte da Zara):


Parte 3 de 5:


Parte 4 de 5:


Parte 5 de 5:


Pra saber mais: Pacto Nacional Pela Erradicação do Trabalho Escravo e a lista de empresas que assinaram o pacto.

E isso tudo sem nem entrar no mérito das grandes marcas internacionais que atuam dessa forma na China, Taiwan, etc...

E nós? Podemos exigir uma responsabilidade da empresa, sim! Basta fazer um simples boicote a essas empresas, nem que seja por um período de tempo (como o proposto no twitter, de boicotar a Zara por 1 mês). Outra forma é pressionar as empresas através de mídias sociais (o twitter, por exemplo, é uma ótima opção). A responsabilidade também é nossa, pois se compramos nessas lojas sabendo do que acontece estamos compactuando com a situação e apoiando o trabalho escravo.

Agora que nós sabemos disso, vamos fazer alguma coisa? Que tal ajudar a divulgar aos amigos?

Curte no Facebook:

2 comentários:

  1. Muito legal, Mone! Vou boicotar a Zara com efeito ex tunc! ehauehuaheuaheuaheua

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou, Léo!! Apareça mais vezes!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela participação!!